Por que torcer para os Falcons no SB 51?

Arthur Blank, dono dos Falcons, ergue o troféu de campeão da NFC (Foto: site oficial dos Falcons)
Arthur Blank, dono dos Falcons, ergue o troféu de campeão da NFC (Foto: site oficial dos Falcons)

Não sabe para quem torcer no próximo domingo? Não se preocupe. O Quinta Descida não te deixa na mão e lista cinco razões para ficar do lado do New England Patriots ou do Atlanta Falcons. Veja abaixo por que devemos ficar com a franquia de Atlanta:

1. ATAQUE

super-bowl-51-falcons-3Todo mundo tem aquele amigo que odeia jogos protagonizados por defesas e solta os famosos “não tem graça” ou “muito chato” durante a partida. Pois bem, Matt Ryan chegou para fazer a alegria do seu amigo. Além do show em campo, os Falcons estão no top 5 da NFL em praticamente todas as estatísticas de ataque e lideraram a liga com 540 pontos marcados, 71 a mais que o segundo colocado. O camisa 2 teve uma temporada parecida com a de 2007 de Tom Brady e deve faturar seu primeiro MVP da carreira no próximo dia 4.

2. A PRIMEIRA VEZ

super-bowl-51-falcons-4Das 32 franquias da NFL, 13 são virgens em termos de conquistar o troféu Vince Lombardi, e o Atlanta é uma delas. No final dos anos 90, o time chegou ao Super Bowl 33, mas acabou derrotado pelo Denver Broncos de John Elway por 33 a 19. Esta é a segunda vez do clube na decisão, e embora esteja jogando muito, o futuro é incerto porque a saída de Kyle Shanahan, mentor deste ataque, está de saída, e como a NFC é imprevisível, nunca saberemos se Ryan e sua turma terão outra chance. Cleveland Cavaliers e Chicago Cubs fizeram história em 2016. Por que não os Falcons?

3. TODOS CONTRA TRUMP

super-bowl-51-falcons-5Homem mais poderoso – e agora um dos mais odiados – do mundo, Donald Trump é próximo do alto escalão dos Patriots e até desejou “boa sorte” ao clube nos playoffs em um recente discurso. Não há dúvidas de que o novo presidente dos EUA torcerá pelo time de seu amigo Robert Kraft, logo, torcer para New England perder não é mau negócio. Já Arthur Blank, dono dos Falcons e com fama de fazer doações generosas para os republicanos, não teve seu nome vinculado a Trump, ao contrário do ex-CEO e cofundador – ao lado de Blank – da Home Depot, Bernard Marcus.

4. ATLANTA, A CIDADE DE UM TÍTULO

super-bowl-51-falcons-6Lar da Coca-Cola e a da sede da CNN, a cidade de Atlanta possui apenas um título nas quatro grandes ligas esportivas dos EUA (cinco se contarmos também a MLS). A única conquista aconteceu em 1995, com os Braves no beisebol (no âmbito universitário, Georgia e Georgia Tech têm 11 títulos no futebol americano). O torcedor de Boston gritou “é campeão” no ano retrasado, com os próprios Patriots, enquanto o de Atlanta não sabe o que é isso há mais de duas décadas. Os Falcons estão a uma partida de fazer esse barril de fãs explodir.

5. ENGLISH, MOTHERFUCKER, DO YOU SPEAK IT?

super-bowl-51-falcons-7Se os Patriots têm heróis da DC e da Marvel ao seu lado, os Falcons contam com um cara cuja carreira cinematográfica rendeu uma bilheteria de US$ 7,4 bilhões, e olha que esses dados são de 2011! Apesar de ter nascido na capital Washington, Samuel L. Jackson é um torcedor fanático dos Falcons e revelou recentemente que vendia cachorro-quente no estádio do time enquanto estudava na Morehouse College, em Atlanta. Questionado por Jimmy Kimmel se ele odiava os Patriots, Jackson não fez cerimônia: “Sim!”.

“RISE UP!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s