Newsletter da NFL #2

AP VAI PARA O MERCADO

adrian-petersonApós dez temporadas, 11.747 jardas e 97 touchdowns, Adrian Peterson está perto de deixar o Minnesota Vikings. A franquia informou na última terça-feira (28) que não vai utilizar a opção a que tem direito no contrato do RB, tornando-o um free agent a partir do dia 9. O GM dos Vikings, Rick Spielman, afirmou que seguirá conversando com os representantes do jogador, mas a não ser que o camisa 28 aceite reduzir o salário, dificilmente ele fica no time. O Tampa Bay Buccaneers, com US$ 73 milhões de espaço no teto salarial, é apontado como um dos possíveis destinos de AP.

JETS FAZEM DESMANCHE DE ÍCONES

darrelle-revisDepois de uma temporada decepcionante, a Island Revis está de saída da Big Apple. O New York Jets divulgou na noite de terça-feira (28) que irá dispensar Darrelle Revis. O anúncio acontece dias após o cornerback se envolver em uma confusão em Pittsburgh e ser detido por agressão, furto, ameaça terrorista e conspiração. Revis foi solto sob fiança e sua audiência não deve acontecer antes de 15 de março. Além do DB, o center Nick Mangold, com 11 temporadas defendendo o time, e o wide receiver Brandon Marshall, também vão para o mercado livre da bola oval.

CHIEFS ACERTAM AS CONTAS COM DOIS ASTROS

kansas-city-chiefsQue dia para o torcedor do Kansas City Chiefs… Além de renovar o contrato do safety Eric Berry por mais seis temporadas – segundo Ian Rapoport, o novo acordo vale US$ 78 milhões –, a franquia decidiu dispensar o running back Jamaal Charles, recordista do clube em jardas terrestres, com 7.260. Charles perdeu alguns jogos nos últimos anos por lesão, mas os Chiefs mantiveram a força de seu ataque terrestre com Spencer Ware e estão prontos para seguirem em frente. Treinado pelo ex-Chiefs Doug Pederson, o Philadelphia Eagles pode ser uma opção.

STEELERS SEGUEM ARMADOS PARA 2017

pittsburgh-steelersSempre nas conversas de favorito ao Super Bowl, o Pittsburgh Steelers não planeja sair dessas conversas e renovou o contrato de Antonio Brown por mais quatro anos e US$ 68 milhões, o que o torna o wide receiver mais bem pago da NFL, superando A.J. Green, do Cincinnati Bengals. No mesmo dia (27), os Steelers decidiram usar a exclusive franchise tag no running back Le’Veon Bell, o que evita o assédio de outras equipes e lhe rende uns US$ 12 milhões. Na defesa, Pittsburgh renovou com James Harrison, de 38 anos, por mais duas temporadas por US$ 3 milhões.

CAPTAIN KIRK FICA EM D.C.

kirk-cousinsA negociação que poderia incendiar a free agency não aconteceu. O Washington Redskins vai usar a exclusive franchise tag com Kirk Cousins, mantendo-o longe das garras de equipes sem um quarterback titular. Com este recurso, os dois lados têm até dia 15 de julho para acertarem um novo contrato; caso não consigam, Cousins deve receber um salário perto de US$ 24 milhões – quantia que sobe para mais de US$ 34 milhões se os Redskins voltarem a usar a tag em 2018. Não fique surpreso se Kirk tiver o maior salário da liga para um QB em um futuro não muito próximo.

GIANTS COLOCAM A TAG EM JPP, MAS…

jason-pierre-paulO New York Giants decidiu usar a franchise tag no defensive end Jason Pierre-Paul e agora tem até dia 15 de julho para tentar chegar a um acordo com o defensor. JPP, que já disse que não pretende assinar mais um contrato de uma temporada, está livre para negociar com outras franquias, mas os Giants têm a preferência e se, mesmo assim, o DE deixar a Big Apple, os Blues serão recompensados com duas escolhas de primeira rodada. Se Pierre-Paul mudar de ideia e optar por jogar com a tag, ele deve receber um salário de cerca de US$ 17 milhões em 2017.

COLIN KAEPERNICK QUER TESTAR O MERCADO

colin-kaepernickQuatro anos após ficar a algumas jardas de vencer o Super Bowl, Colin Kaepernick vai testar o mercado. A equipe do quarterback informou o San Francisco 49ers e as 31 outras equipes que o jogador vai exercer sua opção no contrato e deixar a equipe da Califórnia um ano antes do previsto. No entanto, mesmo que escolhesse ficar, o novo GM do clube, John Lynch, disse à rádio SiriusXM que os Niners iriam dispensá-lo. Possivelmente já de olho em um novo time, fontes ligadas a Kaepernick disseram para Adam Schefter, da ESPN, que ele não se ajoelhará durante o hino dos EUA em 2017.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s