Newsletter da NFL #16

CHARGERS RENOVAM COM INGRAM

Melvin IngramO Los Angeles Chargers aproveitou o último domingo (11) para anunciar que acertou a renovação de contrato com o linebacker Melvin Ingram, cerca de quatro meses após usar a franchise tag com o atleta. Ian Rapoport, da NFL Network, informou que o acordo do camisa 54 é válido por quatro temporadas e US$ 66 milhões, dos quais US$ 42 milhões são garantidos. Recrutado com a 18ª escolha geral do draft de 2012, Ingram soma 203 tackles, 24,5 sacks e 11 fumbles forçados com a camisa dos Chargers, agora em Los Angeles.

LYNCH LIDERA VENDA DE CAMISAS

Marshawn Lynch mal voltou para a NFL e sua camisa já é a mais vendida da liga. O running back do Oakland Raiders desbancou Tom Brady e liderou o ranking da loja online oficial da liga durante o mês de maio. Brady, aliás, é o segundo, seguido de Dak Prescott e Ezekiel Elliott, do Dallas Cowboys, e Deshaun Watson, QB calouro do Houston Texans. Outro calouro que entrou na lista é James Conner, do Pittsburgh Steelers, com a 11ª colocação. Curiosamente, Colin Kaepernick, que não tem clube e pode ficar de fora da NFL em 2017, é o 17° do ranking.

VICK E WHITE SE APOSENTAM COMO FALCONS

Michael Vick e Roddy White

Michael Vick e Roddy White estão oficialmente aposentados, e como jogadores do Atlanta Falcons. A franquia da Geórgia homenageou os veteranos na segunda-feira (12) com uma cerimônia especial na qual os dois penduraram as suas chuteiras. “Esses cavalheiros representam parte do melhor dos nossos 53 anos”, afirmou Arthur Blank, dono do time. Vick defendeu Atlanta entre 2001 e 2006, tornando-se o QB recordista de jardas terrestres em uma temporada, com 1.039. Ja White, em 11 anos com os Falcons, é o líder do clube em recepções (808), jardas (10.863) e TDs recebidos (63).

MYLES GARRETT DEIXA TREINO LESIONADO

O Cleveland Browns mal iniciou aquela que pode ser a temporada de renascimento do clube e já está tendo de lidar com um assunto infeliz. Myles Garrett, escolha número 1 do draft de 2017, deixou o treino de quarta-feira (14) com uma lesão no pé esquerdo e não participou dos treinos do dia seguinte. O técnico Hue Jackson declarou que Garrett ter ficado com a equipe até o fim dos treinos foi um “bom sinal”. O maior temor dos Browns é o de que a contusão do defensive end seja a mesma que o tirou dos gramados em seu último ano com o Texas A&M Aggies.

RAMS MANDAM EX-ESCOLHA NÚMERO 2 PARA DETROIT

À procura de um left tackle, o Detroit Lions acertou nesta quinta-feira (15) a chegada de dois: Greg Robinson, em troca com o Los Angeles Rams, e Cyrus Kouandjio. Adam Schefter, da ESPN, diz que a negociação por Robinson envolveu uma escolha de 6ª rodada no draft de 2018 para os Rams. “São dois bons atletas com habilidades e experiência na liga. Estamos felizes em tê-los. Ambos nos dão uma oportunidade de melhorar, e esse é o objetivo”, afirma Jim Caldwell, técnico dos leões. Robinson foi a segunda escolha geral do draft de 2014, atrás de Jadeveon Clowney.

RAVENS ASSINAM COM JEREMY MACLIN

Precisando urgentemente de um wide receiver, o Baltimore Ravens foi ao mercado e acertou a vinda de Jeremy Maclin, recém-dispensado do Kansas City Chiefs, nesta segunda-feira (12). O contrato do novo reforço é válido por duas temporadas e cerca de US$ 11 milhões, segundo Rapoport. Aos 29 anos, Maclin vem de lesão, mas deve ter números melhores com os corvos, uma vez que Joe Flacco está mais habituado a explorar passes longos do que Alex Smith. Em Baltimore, o WR terá a companhia de Mike Wallace (lembra dele?) e Brashad Perriman.

SUH DIZ NÃO TER MEDO DOS PATRIOTS

“Uma coisa legal sobre Miami e este time é que nós nunca tivemos medo do New England Patriots e nunca teremos, então quando nós enfrentarmos eles mais tarde, na temporada, nós estaremos preparados.” A frase é de Ndamukong Suh, defensive tackle do Miami Dolphins, e eu tendo a acreditar em Suh, visto que eu acho que ele não teme nem o Estado Islâmico. Verdade seja dita, Miami é uma equipe que costuma dar trabalho aos Patriots. Desde 2013, a franquia da Flórida tem um retrospecto honesto de três vitórias e quatro derrotas contra New England.

KYLE SHANAHAN EMPOLGA OS NINERS

Alguns meses se passaram desde a contratação de Kyle Shanahan e o clima no San Francisco 49ers parece ser outro. Que o diga Joe Staley: “Eu não me sentia assim há um bom tempo. Isso pode soar mal, mas estou curtindo o futebol de novo, empolgado para vir treinar todo dia. Nos últimos dois anos tiveram dias em que eu não poderia dizer isso, então é ótimo ter essa sensação de novo. Kyle é, de longe, um dos técnicos mais inteligentes com quem trabalhei”. Pelo visto, Staley não tem saudades de Chip Kelly e Jim Tomsula, com quem os 49ers venceram só sete partidas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s