Cornetadas da Semana 17 da NFL

Cumprindo tabela…
Buffalo Bills 6 x 13 New York Jets

Com o primeiro wild card da AFC garantido, os Bills decidiram descansar boa parte dos titulares em um jogo que não significava muita coisa para nenhum dos dois times, fora o posicionamento no draft de 2020. Para Buffalo, é vida que segue porque eles encaram os Texans no final de semana; para New York, o momento é de reflexão. Os Jets fizeram uma boa segunda metade da temporada, com 6-2, e se recuperaram do péssimo início (1-7). Essa retomada garantiu Adam Gase por mais um ano; a decepção ficou por conta de Le’Veon Bell, com sua pior temporada desde 2015.


Dia de despedidas
Cincinnati Bengals 33 x 23 Cleveland Browns

Se esta foi a despedida de Andy Dalton de Cincinnati, ao menos o camisa 14 se despede com vitória. “Se este é o caso, foi bom terminar se ajoelhando na bola”, avaliou o QB, se referindo à última jogada da partida. Já sob a sombra de Joe Burrow, que marcou oito TDs na noite anterior, Dalton anotou “só” dois TDs; quem brilhou mesmo foi Joe Mixon, com 176 jardas totais e dois TDs. Em Cleveland, alguns lances nos mostraram como o ataque poderia ser com Baker Mayfield, Odell Beckham Jr. e Jarvis Landry em sintonia, mas é tarde demais. Após a derrota, o treinador Freddie Kitchens foi demitido.


Vencendo feio, mas vencendo
Detroit Lions 20 x 23 Green Bay Packers

Vencendo feio ou não, os Packers asseguraram o bye, já estão nas semifinais da NFC e agora aguardam o próximo adversário no frio do Lambeau Field. De fato, não foi um jogo bonito. Green Bay penou e só conseguiu a liderança no placar com o FG da vitória de Mason Crosby. Aaron Rodgers lançou 55 passes, sua maior marca em 2019, com o segundo pior aproveitamento (49,1%); 16 passes passaram por cima dos recebedores, de acordo com a ESPN. O ponto constante do clube de Wisconsin foi Aaron Jones, com 143 jardas e um TD, incluindo a recepção que botou GB em posição para chutar o FG.


Chiefs garantem o descanso
Kansas City Chiefs 31 x 21 Los Angeles Chargers

A improvável vitória dos Dolphins em cima dos Patriots aconteceu e os Chiefs poderão descansar no próximo fim de semana depois de baterem os Chargers. Patrick Mahomes II não teve um “dia de Mahomes”, mas Mecole Hardman (TD em retorno de kickoff de 104 jardas), o “incaível” Damien Williams (154 jardas totais e dois TDs) e a defesa, que interceptou Philip Rivers duas vezes, ajudaram a carregar o piano e garantir a vitória. O bye é mais do que bem-vindo em Kansas, visto que ajustes ainda precisam ser feitos no ataque, que não chega no mata-mata explosivo como em 2018.


Não se engane com 8-8
Minnesota Vikings 19 x 21 Chicago Bears

Não se engane com a campanha 8-8 dos Bears. A equipe suou para vencer os reservas dos Vikings, que não tinham para onde ir a não ser ficar com a segunda vaga de WC da NFC, e devem promover mudanças na offseason. Mitchell Trubisky foi mais do mesmo, levou quatro sacks, sofreu o fumble que permitiu a virada no 4ª quarto, mas compensou convertendo uma 4ª para 9, ajudando Eddie Pineiro (cinco chutes certos no dia) a bater o FG decisivo. No Minnesota, Mike Boone foi a grande surpresa, com 148 jardas e um TD, incluindo corridas de 59 e 41 jardas.


A mamata acabou
New England Patriots 24 x 27 Miami Dolphins

A mamata acabou. Após nove temporadas seguidas assistindo à rodada de wild card do sofá, os Patriots terão de jogar no primeiro fim de semana de janeiro com a derrota para os Dolphins e a vitória dos Chiefs. O ataque teve um dia normal, cheio de altos e baixos, assim como Tom Brady, que lançou uma “pick six” inacreditável para Eric Rowe (alô, lei do ex) e errou o passe em um possível TD de Mohamed Sanu Sr.; já a defesa, a melhor da NFL em 2019, não parou Ryan Fitzpatrick no final. Com o resultado, as chances do New England vencer o Super Bowl foram de 16% para 8%, segundo a ESPN.


Novo membro no clube das 5 mil jardas
Tampa Bay Buccaneers 22 x 28 Atlanta Falcons

A temporada de Jameis Winston não poderia ter terminado de outra forma. Com o jogo empatado em 22 x 22 e na prorrogação, Winston provocou sua 7ª “pick six” depois de ser interceptado por Deion Jones, matando a partida. Só que o QB também fez história ao se tornar o 8º jogador a lançar 5 mil jardas (5.109) em uma temporada, se juntando a lendas da posição. Jameis fecha 2019 com 33 TDs e 30 INTs, vai virar um free agent e deve retornar aos Buccaneers em 2020, mas Tampa Bay precisa avaliar o mercado, que promete se aquecer, e ver se há alguém melhor disponível.


Ataque dos Saints tinindo
Carolina Panthers 10 x 48 New Orleans Saints

Ao contrário do que vimos em 2018, quando os Saints tiveram seus tropeços no ataque na segunda metade da temporada passada, New Orleans chega inteiro desta vez. Drew Brees lançou TDs para Tayson Smith (7° em 2019), Jared Cook e Tre’Quan Smith, Alvin Kamara anotou o seu, a defesa conseguiu uma “pick six” e o time já vencia os Panthers por 35 x 0 no 1ª tempo. No Carolina, a missão foi dada e cumprida: Christian McCaffrey fecha o ano com 1.387 jardas terrestres, 1.005 jardas recebidas, 19 TDs e vai brigar com Michael Thomas pelo prêmio de melhor atacante.


Ataque texano explode, mas não avança
Dallas Cowboys 47 x 16 Washington Redskins

Os Cowboys do final da temporada pareceram os Cowboys do começo da temporada: passando o trator em cima de um grupo nitidamente inferior. Todas as peças do ataque funcionaram, com o quarteto formado por Ezekiel Elliott, Amari Cooper, Randall Cobb e Michael Gallup somando 389 jardas e cinco TDs; a recepção do primeiro TD (de três) de Gallup foi um absurdo. Dallas tem um grupo talentoso e fez sua parte. O problema, entre muitos, é depender dos Giants na rodada derradeira. Agora é ver quais mudanças serão feitas para 2020.


De olho em 2020
Denver Broncos 16 x 15 Oakland Raiders

Os Raiders precisavam de outra combinação doida, mas possível, de resultados, só que mesmo se ela tivesse acontecido, eles estariam fora dos playoffs com a derrota para os Broncos, a 5ª nas últimas seis partidas. Apesar desta reta final decepcionante, Oakland tem um núcleo jovem e promissor, com Darren Waller e Hunter Renfrow (209 jardas, 12 recepções e um TD no jogo), Maxx Crosby e Clelin Ferrell (2,5 sacks, 2 QB hits e um fumble recuperado)… A dúvida é se Derek Carr será o homem liderando este grupo. Em Denver, Drew Lock caminha para ser o homem liderando os Broncos em 2020.


Despedida dos Rams; Cardinals miram prêmios
Los Angeles Rams 31 x 24 Arizona Cardinals

Já eliminados, Rams e Cardinals deram adeus à temporada com objetivos distintos. De mudança para o SoFi Stadium, Los Angeles se despede do histórico Coliseum com uma apresentação digna de 2018: Jared Goff passou para três TDs, recorde pessoal no ano, enquanto a defesa conseguiu cinco turnovers. 9-7, os Rams são o único clube com uma campanha positiva fora dos playoffs. Os Cardinals, por outro lado, brigam por prêmios individuais: Kyler Murray (26/42, 325 jardas, dois TDs e duas INTs) pode ser o calouro ofensivo de 2019, e Chandler Jones, vice-líder em sacks (19), o melhor defensor.


Carson Wentz terá sua chance!
New York Giants 17 x 34 Philadelphia Eagles

Foram dois anos consecutivos vendo outro QB ser o herói. Não mais. Um dos melhores QBs da liga nesta reta final, Carson Wentz liderou um bando de “desconhecidos” para o 4ª triunfo seguido – todos sobre rivais de divisão – e terá sua primeira chance de jogar o mata-mata da bola oval. Wentz, aliás, é o único QB a passar das 4 mil jardas lançadas sem um WR com pelo menos 500 jardas recebidas. A defesa atormentou Daniel Jones (quatro sacks e dez QB hits) e forçou o fumble que desencadeou a arrancada das águias da Filadélfia. Campeão da NFC Leste, Philadelphia recebe os Seahawks no domingo.


 

Bigode grosso
Jacksonville Jaguars 38 x 20 Indianapolis Colts

Febre no início desta temporada, a MinshewMania não dá sinais de que vai acabar tão cedo. Gardner Minshew II (27/39, 295 jardas, três TDs e uma INT) fez uma partida com alguns erros, é verdade, mas sólida o suficiente para mantê-lo à frente do ataque em 2020 – os dois fumbles de Jacoby Brissett também ajudaram a decidir o duelo a favor dos Jaguars. A sintonia de Minshew II com os WRs é melhor do que a de Nick Foles, e o destaque aqui vai para a linda conexão de 45 jardas para Keelan Cole. Jacksonville só precisa definir agora se Doug Marrone volta no ano que vem.


Ravens vencem sem esforço
Baltimore Ravens 28 x 10 Pittsburgh Steelers

Sem vários de seus titulares, os Ravens nem precisaram deles para dominar e bater um Steelers que, aparentemente, ainda brigavam por chances de playoffs. O jogo terrestre somou 223 jardas pelo chão, e Gus Edwards (130 jardas em 21 corridas) mostrou que é uma opção viável se Mark Ingram Jr. não estiver 100% em duas semanas; especialistas e defesa forçaram turnovers que resultaram em TDs e um safety. Baltimore esfregou na cara da NFL que, além de Lamar Jackson, tem outro atleta que ninguém tem: Justin Tucker. Mesmo sob chuva, o kicker acertou tudo e botou 14 pontos no placar.


As cinderelas de 2019
Houston Texans 14 x 35 Tennessee Titans

Todo ano nós temos uma cinderela, um patinho feio, e a de 2019 se chama Tennessee. Aos que não têm para quem torcer nos playoffs, que tal torcer para Ryan Tannehill? O camisa 17 assumiu o ataque na Semana 7, entrou muito bem, liderou os Titans ao mata-mata e deve continuar em 2020. Mesmo diante de um Houston sem muitas aspirações na última rodada, a equipe de Nashville usou a fórmula que vem dando certo: Derrick Henry. Com as 211 jardas conquistadas (e três TDs), Henry chegou a 1.540 e fechou a temporada como líder da NFL. O confronto com os Patriots promete!


Batalha pela NFC Oeste
Seattle Seahawks 21 x 26 San Francisco 49ers

A rota para o Super Bowl 54 passa por Santa Clara, e por uma questão de centímetros, literalmente. Jacob Hollister ficou muito perto de cruzar a bola pela linha da end zone e garantir a vitória, mas Dre Greenlaw salvou os Niners, donos da melhor campanha da NFC. Sobre o confronto, San Francisco começou com tudo, com destaque para Deebo Samuel (135 jardas totais e um TD), só que Russell Wilson e D.K. Metcalf lideraram a reação na 2ª etapa. Notícia da semana, Marshawn Lynch (34 jardas e 12 corridas) foi preterido por Travis Homer e anotou um TD da linha de uma jarda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s