Guia das semifinais de conferência dos playoffs da NFL

Semifinais da NFC
San Francisco 49ers x Minnesota Vikings
Quando:
sábado, 11 de janeiro de 2020
Onde: Levi’s Stadium, em Santa Clara (Califórnia)
Previsão do tempo: 14°C / 4°C (estádio aberto)
Que horas: 18h35 (horário de Brasília)

>>>> Como os 49ers podem vencer o jogo?

Foto: reprodução (Twitter/@49ers)

Defesa. Defesa. Defesa. Os 49ers têm a melhor campanha da NFC, mas várias lesões e um calendário mais difícil na segunda metade desta temporada fizeram a defesa sofrer uma queda de produção, pressionando menos os QBs rivais (33,6% em dropbacks para 21,7%), enquanto cedia um rating maior para os QBs (58 para 98,8) e mais TDs aéreos (de cinco para 18). Para a semifinal, San Francisco deve contar com a volta de Dee Ford, Kwon Alexander e Jaquiski Tartt; são três reforços enormes para pressionar a OL dos Vikings, minar o jogo terrestre e, de quebra, o play-action – olho em Nick Bosa aqui. O ataque, que já mostrou sua força em 2019, terá o retorno do guard Mike Person.

>>>> Como os Vikings podem vencer o jogo?

Foto: reprodução (Facebook/Minnesota Vikings)

Muito Dalvin Cook nunca é demais. Vimos que o running back está inteiro e ele é vital para o sucesso dos Vikings porque estabelece o jogo terrestre, o play-action com Kirk Cousins e gasta relógio. Adam Thielen foi fantástico contra os Saints e é este Thielen que Minnesota espera ter, uma vez que Stefon Diggs naturalmente atrai mais atenção da defesa. Por falar em defesa, no primeiro duelo entre 49ers e Seahawks, vimos que o dia é longo para os californianos se a OL permite infiltrações e os playmakers não estão lá. George Kittle é para Jimmy Garoppolo o que Rob Gronkowski sempre foi para Tom Brady. Anular o TE, especialmente em terceiras descidas, é primordial.

>>>> Duelo da partida: Jimmy x Kirk

O primeiro duelo das semifinais colocará frente a frente os dois QBs mais questionados deste mata-mata. De um lado, Kirk “nunca venceu no horário nobre”, do outro, Jimmy “jogou bem, mas…”. Ambos, que estão entre os atletas mais bem pagos da posição, vale ressaltar, já mostraram que podem carregar a equipe nas costas em 2019, mas aquele sentimento de desconfiança persiste em muitos. O vencedor deve ouvir um “mas será que ele leva o time ao Super Bowl?”, enquanto o perdedor…

Quem vence? 49ERS.


Semifinais da AFC
Baltimore Ravens x Tennessee Titans
Quando:
sábado, 11 de janeiro de 2020
Onde: M&T Bank Stadium, em Baltimore (Maryland)
Previsão do tempo: 21°C / 8°C (estádio aberto)
Que horas: 22h15 (horário de Brasília)

>>>> Como os Ravens podem vencer o jogo?

Foto: reprodução (Twitter/@Ravens)

4.333 jardas e 43 TDs totais. Os números soam cabalísticos e marcam a temporada em que um jovem de 23 anos recém-completados levou o prêmio de MVP. Desde a Semana 5, ninguém foi capaz de parar Lamar Jackson. Alguns (Bills e 49ers) limitaram as jardas, mas não os TDs. Se em time que está ganhando não se mexe, não há muito o que fazer com Baltimore. Os Ravens iniciam os jogos com o pé no acelerador (saldo de 97 pontos no 1° quarto) e obrigam seus rivais a largar o plano A para correr atrás do prejuízo. A ver como Mark Ingram vai estar; a boa notícia é que os corvos reservas enfiaram 223 jardas terrestres na boa defesa dos Steelers na última rodada.

>>>> Como os Titans podem vencer o jogo?

Foto: reprodução (Twitter/@Titans)

Derrick Henry precisa fazer o jogo da sua vida. É pedir muito de um cidadão que acaba de conseguir 204 jardas e um TD em cima dos Patriots? É, mas os Titans estão invictos (7-0) quando Henry bate 100 jardas e precisam que ele consiga um bom ritmo desde o apito inicial para não permitir que Baltimore os jogue no buraco antes do intervalo. É preciso pontuar e é preciso queimar relógio. Tennessee pode congestionar o meio para evitar corridas de Lamar, só que o camisa 8 “agora também lança” a bola e tem nos TEs, ponto fraco da defesa dos Titans (7ª pior defendendo contra TEs), seus alvos favoritos. Ainda que o cenário acima vingue, Ryan Tannehill terá de ser cirúrgico.

>>>> Duelo da partida: corrida x corrida

Esta é a 4ª vez na era do Super Bowl que o melhor ataque terrestre (Ravens, com 3.296 jardas) encara o líder de jardas terrestres (Henry, com 1.540) na pós-temporada. E nos três confrontos anteriores (Seahawks x Ezekiel Elliott em 2019, Bills x Emmitt Smith em 1993 e Patriots x Earl Campbell em 1978), deu o time com o recordista. Será que a zebra vai pintar aqui? Se Henry conseguir 150 jardas pelo chão, ele será o RB com mais jardas nos seus primeiros quatro jogos em playoffs.

Quem vence? RAVENS.


Semifinais da AFC
Kansas City Chiefs x Houston Texans
Quando:
domingo, 12 de janeiro de 2020
Onde: Arrowhead Stadium, em Kansas City (Missouri)
Previsão do tempo: 2°C-8°C (estádio aberto)
Que horas: 17h05 (horário de Brasília)

>>>> Como os Chiefs podem vencer o jogo?

Foto: reprodução (Facebook/KansasCityChiefs)

Essa defesa dos Chiefs não é a mesma defesa da Semana 6, quando eles perderam para os Texans. A unidade melhorou bastante, principalmente contra o passe, e é a melhor da NFL em pontos (11,5), TDs de ataque (7) e rating (63,5) cedidos entre as Semanas 11 e 17, mas é preciso ver o quanto Juan Thornhill fará falta, em especial se Will Fuller V for para o confronto. A última coisa que Kansas City deseja ver é Deshaun Watson em pé, sambando, para avançar 20 jardas com as pernas ou com o braço. O camisa 4 é mágico fora do pocket, lançando dez TDs em corridas desenhadas ou improvisadas, segundo o Next Gen Stats, então mantê-lo “preso” no pocket seja a saída.

>>>> Como os Texans podem vencer o jogo?

Foto: reprodução (Twitter/@HoustonTexans)

A OL tem de dominar. Quando Houston bateu Kansas City em outubro, Deshaun não foi sacado, o jogo terrestre embalou com 192 jardas e três TDs, e a batalha do relógio foi vencida, com quase 40 minutos de posse de bola para o clube texano. Outra coisa: os Texans não engrenam de cara. Comece devagar em um Arrowhead Stadium abarrotado e de clima hostil, meteorologicamente falando até, e tirar uma diferença de 15, 18, 20 pontos no placar pode ser demais quando o QB do outro lado é Patrick Mahomes II, não Josh Allen. Por fim, Kansas City vem muito mais saudável para este confronto do que na Semana 6, então a possibilidade de um tiroteio deve ser considerada.

>>>> Duelo da partida: playmakers dos Chiefs x defesa dos Texans

Patrick Mahomes II vem com a banda toda depois de uma semana extra de descanso. Sua OL não é mais remendada como no confronto de três meses atrás e todas as peças do ataque estão à disposição, incluindo Sammy Watkins, que não jogou naquele dia, e o tornozelo de Mahomes II, que estava incomodando o QB na ocasião também. Assunto é o que não falta para a defesa de Bill O’Brien e J.J. Watt, que levou alguns quartos até sacar Allen. Tempo é um luxo que o camisa 99 não terá aqui.

Quem vence? CHIEFS.


Semifinais da NFC
Green Bay Packers x Seattle Seahawks
Quando:
domingo, 12 de janeiro de 2020
Onde: Lambeau Field, em Green Bay (Wisconsin)
Previsão do tempo: -6°C / -8°C (estádio aberto)
Que horas: 20h40 (horário de Brasília)

>>>> Como os Packers podem vencer o jogo?

Foto: reprodução (Facebook/Packers)

O histórico pesa contra Russell Wilson no Lambeau Field (três derrotas em três jogos), mas enquanto o camisa 3 estiver em pé, milagres podem acontecer. Sem seus três RBs titulares e sem uma OL das melhores, Wilson tem levado os Seahawks no lombo com a ajuda do calouro D.K. Metcalf (sete recepções, 160 jardas e um TD contra os Eagles na rodada de wild card); se Wilson não for o melhor atleta da partida, Green Bay decide a NFC. Já nos Packers, o melhor atleta é Aaron. Aaron Jones. A defesa dos Seahawks não é boa defendendo corridas nem passes para RBs, logo, Jones é o nome que pode fazer a diferença se Aaron Rodgers estiver no clima de “vencer feio, mas vencer”.

>>>> Como os Seahawks podem vencer o jogo?

Foto: reprodução (Twitter/@Seahawks)

Falei que Seattle não vence se Russell não for o melhor da noite, mas é mentira. Seattle pode vencer, sim, se um tal de Jadeveon Clowney botar para quebrar. Clowney é capaz de furar a linha ofensiva dos Packers e colocar pressão na dupla Aaron & Aaron, basta lembrar o que ele fez contra os 49ers no primeiro jogo entre as duas equipes (vencido pelos Seahawks). Outro que precisa ser anulado é Davante Adams, DE LONGE o WR mais acionado por Rodgers. Desafiar o duas vezes MVP a vencer com os recebedores secundários é a melhor ideia? Não, afinal, ele foi duas vezes MVP da NFL, mas pode ser o jeito para um grupo dizimado por contusões nas últimas semana.

>>>> Duelo da partida: Smiths vs OL dos Seahawaks

Trazidos na última offseason, Za’Darius Smith e Preston Smith são os caras que podem colocar os Packers em sua 4ª final de conferência em dez anos. A dupla responde por 25,5 sacks, terceira melhor marca entre duplas de companheiros de time, e 60 QB hits, melhor marca da NFL. E ainda tem Kenny Clark, com seis sacks. Green Bay é líder em pressão sobre QBs e tem as ferramentas para atormentar Wilson. Nos Seahawks, Pete Carroll deve confirmar no domingo se os tackles Duane Brown e George Fant jogam.

Quem vence? PACKERS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s